Selvagem

Ciclo de conversas que reunirá pesquisadores de culturas aparentemente distantes para rodas de conversas francas e abertas ao público

Event Details

Location

Teatro do Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Rua Jardim Botânico, 1008 , Rio de Janeiro, Brazil

Date

November 12, 2019 from 8:00 pm to 11:00 pm America/Sao Paulo (UTC-02:00)

Cost

Entrada Gratuita

O mês de novembro no Rio de Janeiro contará com o evento Selvagem – um ciclo de estudos que inclui rodas de conversas e publicação de livros, onde pesquisadores de culturas aparentemente distantes entre si reúnem-se em rodas de conversas francas e abertas ao público, dividindo suas perspectivas e conhecimentos sobre a vida. Com a mediação de Ailton Krenak, um dos mais importantes pensadores brasileiros, esses debates são criados em torno de eixos temáticos, com foco nas correspondências entre saberes científicos, indígenas, artísticos, acadêmicos e ancestrais.

A abertura do evento, que será no dia 12 de novembro, tem o objetivo de conectar os ciclos de 2018 e 2019 e celebrar a Selvagem como um todo. Após as boas vindas de Sergio Besserman, presidente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, teremos duas falas e um coquetel. Uma das falas será de Jeremy Narby, antropólogo baseado na Suíça e autor do livro “A Serpente Cósmica: O DNA e a origem do saber”. Jeremy, que fez parte da edição do evento em 2018,  trará as suas observações do ciclo do ano passado, que foi pautado no estudo sobre DNA e a serpente cósmica, presente nos mitos de origem da vida.

A outra fala que também estará presente – via call devido aos cuidados com sua idade – é a do Humberto Maturana. Biólogo chileno que falará sobre autopoiesis, a forma como a vida cria a si mesma, introduzindo, assim, o tema central do ciclo em 2019: a Biosfera.

A Selvagem é um espaço de troca, uma escola viva, como nos ensina o povo Huni Kuin, onde um astrobiólogo que estuda Panspermia pode se engajar em um diálogo com um pajé de uma tribo do extremo oeste do Amazonas, criando oportunidades de trocas singulares.

Além de um coquetel com alimentação regenerativa a abertura terá também apresentação musical. O ciclo como um todo se desenvolve a partir de um conjunto de publicações anuais de livros que sustentam os temas abordados. O evento será filmado e as conversas disponibilizadas posteriormente na internet.

 

November in Rio de Janeiro will feature the event Selvagem – a study cycle that includes conversation rounds and published books, where researchers from seemingly distant cultures meet in an open and frank conversation atmosphere, each sharing their perspectives and knowledge about life. With the mediation of Ailton Krenak, one of the most important Brazilian thinkers, these debates are created around themes, bringing light towards correspondences between scientific, indigenous, artistic, academic and ancestral knowledge.

The event opening ceremony, which will take place on November 12th, aims to connect the 2018 and 2019 cycles and celebrate Selvagem as a whole. After a welcome talk from Sergio Besserman, president of the Rio de Janeiro Botanical Garden, there will two speeches and a cocktail. One of them will be by Jeremy Narby, a Swiss-based anthropologist and author of the book “The Cosmic Serpent: DNA and the Origin of Knowledge”. Narby, who participated on the 2018 edition of the event, will bring his observations of last year’s cycle, which was based on the study of DNA and the cosmic serpent that are present in the origin myths of life.

Another talk features in the opening will be from Humberto Maturana. Maturana in a Chilean biologist who will talk about autopoiesis, the way life creates itself, and thus introducing the central theme of the 2019 cycle: the Biosphere.

Selvagem is a place of exchange, a living school, as the Huni Kuin people teach us, where an astrobiologist who studies Panspermia can engage in dialogue with a shaman from a far-western Amazon tribe, thus creating opportunity for unique exchanges.

In addition to a cocktail with regenerative food, the opening ceremony will also have musical performance. The cycle as a whole develops from a set of annual book publications that support the topics covered. The event will be filmed and the conversations later made available on the internet.

 

Top