O projeto

 

São Paulo e Rio de Janeiro são duas das maiores cidades da América Latina com várias questões urbanas e de mobilidade que influenciam diretamente a vida das pessoas. O número de pessoas e carros está aumentando nas áreas metropolitanas, assim como o tempo perdido no trânsito. Qualidade de vida e produtividade na cidade dependem, em grande parte, da mobilidade urbana. Por isso, o tema da mobilidade urbana e qualidade do ar são de grande interesse para os centro urbanos ao redor do mundo!

Através de uma parceria internacional entre instituições suíças e brasileiras, no Rio e em São Paulo (BeMap, Woole e ITDP), queremos apoiar a abordagem bottom-up global ao processo de design da cidade. Nosso projeto é baseado em um conceito de “Mapping Party” que surgiu dentro da OpenStreetMap-cena.

É um enfoque prático onde os dados são recolhidos e editados sobre o ambiente em que vivemos, para incentivar e apoiar os cidadãos de participar na criação da cidade. Os dispositivos tecnológicos oferecidos pela beMap vão permitir aos participantes coletar dados sobre os níveis de poluição do ar por meio de suas bicicletas.

Nosso objetivo é analisar os dados e criar ideias inovadoras sobre como usar os dados para a melhoria dos níveis de poluição e de mobilidade urbana em conjunto com pesquisadores, empresários, a indústria, autoridades oficiais e ferramentas do (e) IT. Para isso vamos utilizar dois abordagens diferentes, surgindo a base do Design Thinking em São Paulo e de um Hackathon em Rio de Janeiro.

Nós acreditamos fortemente que “cidades inteligentes” são feitas por “cidadãos inteligentes”.

 fsdfsdf
Screen Shot 2016-04-26 at 2.11.34 PM
dfsdf
Visualização standard de BeMap, no qual os pontos representam a poluição em acordo com as cores.