Assista novamente: Fabricação Digital na Arquitetura & Design

A fabricação digital é um processo de construção que envolve uma máquina automatizada controlada por computadores. O método desperta o interesse de arquitetos e designers de produtos, já que permite novas possibilidades para processos complexos e abordagens inovadoras para a construção. No dia 9 de julho de 2020, a swissnex Brazil convidou Barbara Iseli para moderar uma conversa entre Fabio Gramazio e Jorge Lopes.

A fabricação digital pode ser usada em varias áreas, da medicina à construção de peças de mobiliário e estruturas arquitetônicas. Ela também pode ser aplicada na em áreas com arqueologia, para reconstrução das parte interiores e de difícil acesso  de múmias ou até mesmo de um crânio histórico a partir de cinzas.

Como foi explicado por Fabio Gramazio, a fabricação digital permite aos arquitetos experimentar novos tipos de materiais para construir novas estruturas. A combinação desta tecnologia com trabalho artesanal, por exemplo, pode resultar na construção de edifícios inovadores. No futuro, isto poderia permitir aos arquitetos e ao setor da construção em geral serem mais eficazes e sustentáveis. 

Jorge Lopes tem usado a fabricação digital para modelar fetos, permitindo que futuras mamães a papais com deficiência visual possam sentir seus bebês durante a gestação. Ele também está recriando um crânio de valor histórico perdido durante o incêndio de 2018 do Museu Nacional no Rio de Janeiro. A tecnologia também tem um futuro promissor na área de biotecnologia para impressão de órgãos para transplante. No entanto, no Brasil, os materiais necessários ainda são muito caros e pouco acessíveis, prejudicando a adoção rápida da fabricação digital.

Se você perdeu o webinar ou gostaria de assistir à conversa de novo, confira o vídeo!

Sobre os Palestrantes

Fabio Gramazio é um arquiteto com interesse multidisciplinares, desde design computacional e fabricação robótica até inovação de materiais. Em 2000, fundou o escritório de arquitetura Gramazio & Kohler com o seu colega Matthias Kohler, onde realizaram vários designs premiados. Projetos atuais incluem o design da plataforma de pesquisa Empa NEST, um laboratório para a construção sustentável do futuro. Criando também o primeiro laboratório de arquitetura robótica do mundo na ETH Zurich, a pesquisa de Gramazio & Kohler é formativa na área de arquitetura digital e virou referência, criando uma nova área de pesquisa, incorporando design arquitetural avançado e processos de fabricação usando robôs industriais customizados. As instalações incluem protótipos 1:1 e design de prédios altos fabricados digitalmente.

Jorge Lopes é designer e coordenador do Núcleo de experimentação Tridimensional (NEXT) do Departamento de Arte e Design da PUC no Rio de Janeiro, onde desenvolve pesquisa interdisciplinar com tecnologia 3D em áreas como medicina, arqueologia, paleontologia entre outras. Pos-doutor pela Universidade Deakin na Australia, doutor pelo Royal College of Art no Reino Unido, mestre pela COPPE UFRJ e bacharel em Design da Escola de Belas Artes da UFRJ. É um pesquisador no Instituto Nacional de Tecnologia e o Museu Nacional (MCTIC) e a sua trajetória reforça a importância do dialogo entre as varias áreas de pesquisa.

 

Barbara Iseli é uma arquiteta multilíngue suíça. Se formou na ETH Zürich (universidade politécnica de Zurich) e tem uma variada experiência profissional na Suíça e no Brasil. É uma sócia fundadora de Insight Architecture, uma plataforma que visa a transmitir conhecimento e promover a valorização de arquitetura contemporânea e moderna através de passeios, eventos, ensino, publicações e design, com um foco na América Latina. Em Zurique, trabalhou como designer e Project manager em vários escritórios de arquitetura famosos, como Spillmann Echsel, Boltshauser Architects, Galli Rudolf e Neff Neumann, onde trabalhou em projetos de larga escala de moradia e ganhou varias competições de arquitetura. No Rio de Janeiro, era responsável para a conversão do consulado suíça e do design de swissnex Brazil.

Imagem de Gramazio Kohler Research, ETH Zurich.