Programa Academia-Industry Training é renovado por mais 3 ciclos

Em 2020, o Academia-Industry Training também foi oficializado na agenda trienal dos projetos da área de diplomacia científica do Brasil e da Suíça. Esta renovação atesta a importância do programa, que oferece as ferramentas apropriadas para apoiar cientistas-empreendedores a levar suas soluções tecnológicas para além das bancadas de laboratório, acrescentando valor à pesquisa científica e tecnológica desenvolvida com financiamento público e produzindo um impacto positivo na sociedade. Para cada edição do AIT são selecionados até 10 participantes de cada país, que têm suas despesas de viagem e alojamento subsidiadas. 

O programa consiste em duas semanas de treinamento, uma delas realizada no Rio de Janeiro e São Paulo, e outra na Suíça. O Academia-Industry Training consiste em uma oportunidade única para experimentar um mercado internacional, com seus desafios e oportunidades. Os pesquisadores têm a oportunidade de participar em workshops sobre negócios, treinamento de pitching, sessões de mentoria e diversos eventos de networking com seus pares e atores da indústria.

A 7ª edição do AIT está com inscrições abertas até 15 de Junho de 2020. Desde a sua criação em 2014, o programa já contemplou mais de 100 cientistas-empreendedores que avaliam de forma muito positiva as oportunidades de aprendizado e networking. A swissnex Brazil e a Universidade de St.Gallen são responsáveis pela a organização das semanas de treinamento no Brasil e na Suíça, respectivamente.A Secretaria de Estado de Educação, Pesquisa e Inovação (SERI) da Confederação Suíça, através da swissnex Brazil, e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) do Brasil renovaram o acordo para a implementação do programa “Academia-Industry Training” (AIT) para mais três ciclos do programa, entre 2020 e 2023. O AIT é uma iniciativa que fomenta a cooperação nas áreas de Pesquisa, Inovação e Internacionalização entre a Suíça e o Brasil. A primeira edição do AIT foi realizada em 2014 e tem sido realizada todos os anos desde então, tendo apoiado mais de 100 cientistas empreendedores ao longo de seis edições. A Universidade de St.Gallen (HSG), responsável pelas ações de cooperação acadêmica entre a Suíça e a América Latina, e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) são parceiros do programa e trabalham em estreita colaboração para a organização das atividades. 

Em novembro de 2019, o Comitê Conjunto de Cooperação em Ciência e Tecnologia Brasil-Suíça se reuniu pela quarta vez em Brasília para celebrar o 10º aniversário do Acordo de Cooperação Científica e Tecnológica assinado entre os dois países, em 2009. O encontro foi também uma oportunidade para reforçar o compromisso com a continuidade das iniciativas de cooperação científica criadas entre os dois países na última década. 

 Nessa ocasião, também foram assinados dois memorandos de entendimento entre a Fundação Suíça para a Ciência (SNSF) e a Innosuisse (Agência Suíça de Inovação) com os seus equivalentes brasileiros, CNPq e EMBRAPII, respectivamente. Entre outubro de 2014 e setembro de 2019, a SNSF apoiou 78 projetos de pesquisa envolvendo colaboração científica com investigadores brasileiros. O Brasil demonstrou ser um dos principais parceiros de pesquisa na América Latina para acadêmicos suíços interessados na região.

“O AIT foi para mim não só uma oportunidade de conhecer o ecossistema de empreendedorismo e inovação e a cultura brasileira, mas também, e mais importante, uma fantástica oportunidade de conhecer grandes pessoas que compartilham esforços para mudar o mundo para melhor. Eu adorei participar. “Jonathan Fiorentini – hiLyte Power

 “Foi ‘o momento’ da minha vida, não só profissional, mas pessoal! Agora consigo me ver como uma cientista-empreendedora!” – Ana Carolina Ferronato, NetWord Agro